RELATÓRIO DE JULHO

Realizamos no inicio do mês de julho uma viagem missionária para as comunidades indgenas e ribeirinhas de maués onde a imw tem igrejas implantadas, nossa missão era dar apoio aos líderes das igrejas, incentivo e demostrar que somos um povo e mesmo as vezes distantes geograficamente estamos unidos pelo amor de Cristo que nos chamou para essa excelente obra.

Tive em particular uma experiência diferente, em sonho o principado que atua naquela região se mostrou para mim, me desafiando com um olhar sinistro mostrou qual é a forma que ele age, com apenas um olhar ele dá ordens a outros dois que atuam entre as pessoas da localidade, com essa experiência nos primeiros dias percebi que nosso trabalho ali não seria fácil e que iríamos batalhar e forte também na esfera celestial, com intercessão e batalha espiritual.
quando chegamos a primeira comunidade, Monte salém, estava para acontecer uma conferencia da liderança da área ribeirinha e indígena, conversando com alguns pudemos perceber que a batalha tinha começado, líderes de nossa igreja no interior estavam desanimados e não queriam ir ao seminário que estava para começar na semana seguinte. ali começou nossa missão, aconselhamos, redarguimos, e demos forças aos nossos irmãos para continuar na obra.

graças a Deus de cinco que não iriam, ou não tinham condições de ir, nós trouxemos três, um outro infelizmente não deu resposta se iria e quando fomos buscar ele não veio conosco, e o outro ficou para apoiar suas esposa que está para ganhar neném, porém irá continuar com o seminário.

fizemos uma visita a comunidade nova jerusalém onde o irmão Artêmio está a frente da igreja, lá fomos para a roça de açaí e colhemos dois cachos de açaí para fazer o vinho de açaí, e no caminho o irmão me mostrou o local onde no ano 1999, o Pr Isaías havia morrido com a queda de uma árvore durante o trabalho, estavam trabalhando para o roçado da igreja e do irmão Artêmio. Foi um momento de emoção e também de orarmos e ali mostrar também que a igreja está unida para o trabalho, chorando o choro de nossos irmãos dali.
a noite fizemos um culto onde o Espirito Santo visitou aquele local, em plena a mata amazônica um povo com o coração abrasado pelo Espirito Santo, Batismo com o Espírito Santo, vidas libertas, expulsão de demônios foram manifestações entre nós ali, foi uma benção.
após esse dia fomos visitar outras comunidades e buscar alguns seminaristas que não tinham passagem para maués para ir a manaus, conseguimos alcançar todos e graças a Deus trouxemos dali 20 seminaristas que passaram as semanas seguintes na base missionária na imw da nova cidade estudando durante duas semanas, fazendo o terceiro módulo do seminário.
foram dias de benção e que Deus usou para acrescentar a vida de nossos irmãos.
agradecemos a cada um irmão e irmã que direta ou indiretamente colaborou para dar continuidade a essa obra.
Em Cristo,
Robson Pinheiro